Novas e actividades

Projeção do documentário 'José e Pilar'

 

Fazendo parte do ciclo de Cinema Documental 'DOCLUSOGARCIA', projectaremos 'José e Pilar' um documentário de Miguel Gonçalves Mendes que foca a relação amorosa entre o prémio Nobel da Literatura José Saramago e a sua mulher Pilar del Rio. O documental conta com a gravação dalguns momentos da vida dos protagonistas, poucos meses antes da morte de escritor.

Lanzamento de 'Noente Paradise', libro de poemas de Ugia Pedreira

A polifacética artista Ugia Pedreira estará o próximo martes día 22 na Escola Oficial de Idiomas de Vilagarcía. Con motivo do lanzamento do seu primeiro libro de poemas, Noente Paradise, a voz de grupos como Marful, Nordestinas, ou de históricos proxectos como Ecléctica Ensemble ou Chouteira virá cantar e recitar no Salón de Actos da EOI, acompañada da rapsoda Marina Oural e do escritor Carlos Quiroga. O acto é organizado polo Equipo de Dinamización e Normalización Lingüística en colaboración co departamento de Portugués e dará comezo ás 20:00.

Proxección do documental 'É Dreda Ser Angolano'

No contexto do Ciclo de Cinema Documental Lusófono DOCLUSOGARCÍA, organizado polo Departamento de Portugués, proxéctase 'É Dreda Ser Angolano', do Colectivo Fazuma. Será no Salón de Actos ás 19:00 do día 21 de Novembro.

É Dreda Ser Angolano

Colectivo Fazuma

Portugal, 2005, 65’

Um dia passado na Luanda no pós guerra, viajando de Kandongueiro e sintonizados numa nova rádio: “Feita por gente, com gente e para toda a gente.” Com participações de Conjunto Ngonguenha, Mck, Shunoz, Sbem, Fridolim, Turbantu, Afro e Laranja, entre muitos. Tudo começou com o disco "Ngonguenhação" do  Conjunto Ngonguenha. Um CD recebido pelo correio vindo da Matarroa. Ao som do disco começa a ver-se Luanda a abanar as ancas com os ritmos, as gargalhadas, as histórias. Tocou duas vezes seguidas no leitor e hoje em dia já nem toca. Está gasto. Sente-se que era um dos melhores discos que já se tinha ouvido e que, mais do que boa música, era um documento que retratava Angola. E Angola precisa de ser retratada e mostrada ao mundo.

 

Proxección do documental 'Pare, Escute, Olhe'

No contexto do Ciclo de Cinema Documental Lusófono DOCLUSOGARCÍA, organizado polo Departamento de Portugués, proxéctase 'Pare, Escute, Olhe', ganhador do doclisboa 2009.

 

Páre, Escute e Olhe
Jorge Pelicano
Portugal, 2009, 80’
Dezembro de 1991: uma decisão política encerra metade da linha ferroviária do Tua, entre Bragança e Mirandela. 15 anos depois, essa sentença amputou o rumo do desenvolvimento, acentuou as assimetrias entre o litoral e o interior de Portugal. Agora, o comboio é ameaçado por uma barragem. Pare, Escute, Olhe é uma viagem através de um Portugal esquecido, vítima de promessas políticas oportunistas.

 

 

Distribuir contido